espirrometria 720x380 - Espirometria: o que é, como é feito e interpretação dos resultados

Espirometria: o que é, como é feito e interpretação dos resultados

A espirometria, ou exame do sopro, mede o volume e a velocidade do ar com o objetivo de diagnosticar doenças pulmonares e respiratórias. O procedimento é simples, indolor e dura cerca de vinte minutos. Outros nomes conhecidos para esse exame são Prova Ventilatória ou Prova de Função Pulmonar.               O exame serve para avaliar o funcionamento pulmonar, o que auxilia no diagnóstico de problemas respiratórios no paciente. Além disso, costuma ser usado para acompanhar a evolução de doenças degenerativas e como procedimento pré-operatório, para verificar a saúde pulmonar do paciente.          Em alguns casos, pode ser feito também em pessoas sadias que precisam medir sua capacidade respiratória por algum motivo, como é o caso dos atletas.

Algumas doenças que são acompanhadas por meio da espirometria são:

  • DPOC;
  • Bronquite;
  • Asma;
  • Enfisema pulmonar;
  • Fibrose pulmonar.

Durante o exame, o paciente fica sentado e uma presilha é colocada em seu nariz, para que respire apenas pela boca. O técnico lhe dá um tubo, que fica conectado a um aparelho chamado espirômetro. Tudo o que o paciente deve fazer é soprar pelo espirômetro, jogando o ar para dentro do tubo, com a maior força possível.

As oscilações são registradas em forma de gráficos e tabelas por um computador. Esses gráficos devem ser analisados pelo médico pneumologista, que irá interpretar as curvas e compreender a saúde pulmonar do paciente.

O teste costuma ser repetido cerca de três vezes para garantir a precisão dos resultados. Antes da repetição, o paciente recebe uma medicação broncodilatadora, e deve esperar cerca de 10 a 15 minutos para iniciar o segundo teste.

Os medicamentos broncodilatadores são substâncias que dilatam os brônquios, facilitando a respiração em indivíduos com crises asmáticas e bronquite, por exemplo. São utilizados no exame a fim de comparar a respiração normal do indivíduo com a respiração sob efeito do medicamento.

Broncodilatadores antes do exame

Recomenda-se não utilizar broncodilatadores logo antes do exame. No entanto, caso seja necessário, pode-se usar o medicamento em torno de 4 horas antes do procedimento, se for um de curta duração. O de longa duração deve ser utilizado, no máximo, 12 horas antes do exame.

Quando fazer a espirometria ou prova de função pulmonar?

O exame é indicado para prevenção e para pessoas que têm ou possam ter problemas respiratórios e pulmonares. Em caso de suspeita de qualquer doença do tipo, a pessoa deve fazer o exame por precaução.

Fumantes também devem realizar o exame, para avaliar suas funções pulmonares e possíveis doenças.

Pacientes que possuem asma, bronquite, fibrose pulmonar e semelhantes também devem se submeter ao exame, para que possam controlar e analisar os problemas pulmonares, verificando se os problemas respiratórios estão sob controle. É recomendado que, nestes casos, o paciente faça exames periódicos a cada 3 meses ou a cada 6 meses.

Na Pró-Saúde o exame pode ser feito em crianças acima de 5 anos de idade. O procedimento tem cobertura de alguns convênios e outros podem ser feitos através de reembolso.

 

Bibliografia: https://minutosaudavel.com.br/espirometria-o-que-e-como-e-feito-e-interpretacao-dos-resultados/

Comentários

Relacionados

Posted in Pneumologia and tagged .