controle ambiental 720x380 - Controle ambiental para pessoas alergicas

Controle ambiental para pessoas alergicas

Hoje em dia, as pessoas procuram passar cada vez mais tempo em casa, com a família e os amigos. No entanto para quem tem alergias, se não forem tomados os devidos cuidados, ficar muito tempo em ambientes fechados pode favorecer o aparecimento de crises.

Os principais alérgenos dentro de nossas casas são:

  • Ácaros
  • Resíduos de insetos, como os de baratas
  • Fungos
  • Animais domésticos
  • Fumaça de tabaco

Aprender como eliminá-los ou reduzir o contato pode ajudar a manter sua casa um local seguro para quem tem alergia.

Ácaros

Os ácaros são encontrados seja no ar ou na mobília, onde eles se alimentam de partículas microscópicas de pele humana. Eles se escondem nos sofás e cadeiras forradas, cobertores e colchas, carpetes e tapetes, cortinas, além de bichos de pelúcia e outros brinquedos de tecido. É fundamental forrar o colchão e o travesseiro com capas específicas anti-ácaros.

Se puder, remova os carpetes e use piso de cerâmica ou madeira. Aspirar tapetes, pisos e cortinas toda semana pode ajudar a reduzir a poeira e os ácaros. Se possível, use um aspirador com filtro HEPA, que é o mais eficiente para remover ácaros e outros alérgenos de ambiente.

Baratas

As fezes das baratas contém os principais alérgenos que desencadeiam as crises. Elas se alimentam das mesmas coisas que os humanos, por isso mantenha comida longe de quartos e salas, locais onde a família passa muito tempo ou dorme. Como as baratas vivem em ambientes úmidos, conserte vazamentos e dê atenção especial a locais que acumulam água.

Fungos

Os fungos (mofo) são importantes desencadeantes para muitos alérgicos. Em casa, a maioria dos fungos pode ser encontrada em áreas úmidas, como banheiros e porões, por exemplo. Observar gavetas da geladeira, embaixo da pia e paredes atrás de armários.

Animais Domésticos

Se você é sensível aos alérgenos animais encontrados na saliva, descamação da pele e na urina, o ideal é que o animal fique fora de casa. Se isso não for possível, procure deixá-lo numa área restrita. É imprescindível mantê-lo fora de seu quarto e de qualquer outro local onde o alérgico passe muito tempo.

Os pêlos do animal podem ficar presos em tecidos, como a roupa de cama, estofados e tapetes por até 6 meses depois que o animal tenha saído de casa. Por isso, use capas em colchões, travesseiros, edredons e almofadas e troque carpetes por pisos frios ou assoalho de madeira.

Fumaça de tabaco

A inalação passiva da fumaça do tabaco representa uma grande causa de provocação ou piora das crises, pois é extremamente irritante para a mucosa respiratória. Não deve existir fumantes dentro de casa.

Fatores desencadeantes do quadro respiratório

  • Poluição do ar
  • Alterações do clima
  • Poeira domiciliar
  • Fumo
  • Exercícios físicos
  • Medicamentos – AAS, antiinflamatórios, entre outros, podem desencadear as crises.
  • Aditivos, conservantes e corantes
  • Alterações hormonais – asma da gestante e pílulas anticoncepcionais
  • Irritantes – a inalação de fumaça, perfumes, odores, ar frio, gazes, aerossóis, repelentes de insetos (parede), podem provocar as crises.
  • Fatores ocupacionais – no caso de substâncias irritantes no local de trabalho
  • Refluxo gastro-esofágico – é uma alteração da válvula localizada no estômago que permite o refluxo do líquido para ao esôfago, podendo desencadear problemas respiratórios.
  • Aspectos emocionais – as crises podem surgir em momentos de stress.
  • Alimentos – principalmente leite de vaca, em crianças menores.
  • Infecções – gripes, resfriados, sinusites

Dr Carlos 300x300 150x150 - Controle ambiental para pessoas alergicas

Dr. Carlos Alberto Martins Francisco

CRM: 62449

Especialidade: Pediatria e Alergia

 


 

Comentários
Posted in Alergia.