Principais Dúvidas sobre a Gripe

vacinas contra a gripe quais sao os beneficios da prevencao 770x513 - Principais Dúvidas sobre a Gripe

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A GRIPE E A VACINAÇÃO

O período do frio se aproxima e com ele os problemas respiratórios. Portanto, pacientes com doenças crônicas devem continuar seu tratamento para a prevenção dos sintomas .

As vacinas mais importantes para doenças respiratórias são as da gripe e pneumonia, chamada pneumo 13, que pode ser aplicada em crianças acima de 2 meses, adultos e idosos.

Veja algumas informações importantes:

O que é gripe?
A gripe, também conhecida por influenza, é uma infecção do sistema respiratório causada por um vírus. A doença inicia-se com febre alta, em geral acima de 38°C, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca. É frequentemente confundida com outras viroses respiratórias, por isso o seu diagnóstico correto só é feito mediante exame laboratorial específico.

Qual é a duração de uma gripe?
Os sintomas respiratórios mantêm-se em geral por três a quatro dias após o desaparecimento da febre, podendo estender por 1-2 semanas

Quais são os sintomas da gripe?
Pessoas que têm gripe muitas vezes sentem alguns ou todos os sintomas abaixo:
Febre ou sensação de febre / arrepios, tosse, Garganta inflamada, nariz escorrendo, dores musculares, dores de cabeça, Fadiga (cansaço).Algumas pessoas podem ter vômitos e diarréia, embora esta seja mais comum em crianças do que em adultos.

Como a gripe é transmitida?
O vírus da gripe propaga-se principalmente por gotículas quando as pessoas com gripe espirram, tossem ou falam. Essas gotículas podem atingir a boca ou o nariz de pessoas que estão próximas, contaminando-as. Também, pode-se contrair a gripe ao tocar em uma superfície ou objeto que tenha o vírus da gripe.

Quais são as complicações da gripe?
As complicações da gripe podem incluir a pneumonia bacteriana, otite, sinusite, desidratação e agravamento de doenças crônicas, como insuficiência cardíaca, asma ou diabetes.

O vírus da gripe circula o ano inteiro?
A maior circulação dos vírus da gripe ocorre anualmente no outono e inverno em regiões temperadas. Em alguns países tropicais, ou vírus da gripe circulam por todo o ano com um ou dois picos durante a estação chuvosa.

Como podemos nos prevenir contra a gripe?
A melhor maneira de prevenir a gripe é através da vacinação !
É aconselhável manter boas práticas de higiene, como lavar as mãos com água morna e sabão e evitar contato com pessoas que estejam tossindo ou espirrando.

Quem deve se vacinar?
A vacina pode ser aplicada em qualquer pessoa a partir dos 6 meses de idade. O Ministério da Saúde, no momento, prioriza os grupos de maior risco, pois têm mais chances de desenvolverem complicações.
– idosos
– crianças ate 5 anos
– professores
– pessoas com doenças crônicas: cardiovasculares, pulmonares, renais, metabólicas (diabetes mellitus), hepáticas e hemoglobinopatias
– Imunodeprimidos: transplantados, com neoplasias, infectados pelo HIV
– Profissionais de saúde
– Pessoas com fibrose cística, trissomias e com implante de cóclea
– Pessoas que convivem intimamente (no mesmo domicílio ou cuidadores informais) com pacientes nas situações anteriores.

Por que se vacinar?
A vacina contra a gripe é o meio mas eficaz de se proteger contra a doença: está comprovado que, nos mais idosos, reduz em 70% o número de complicações pulmonares e hospitalização.
A vacina contra pneumonia, chamada Pneumocócica 13, também pode ser aplicada para prevenção.
O vírus influenza é de fácil contaminação. As gotículas de saliva que uma pessoa gripada expele enquanto fala, espirra ou tosse já são suficientes para infectar a todos que estão à sua volta, bem como o contato direto com a secreção nasal de uma pessoa doente.

A vacina tem efeitos colaterais?
Geralmente, os efeitos colaterais são leves. Não mais de 10% das pessoas vacinadas costumam apresentar, nas primeiras 48 horas após a imunização, febre, mialgia (dor no corpo) e dor de cabeça.

Há contra indicações para a vacinação?
Sim, em casos de alergia severa. Pessoas que sofrem reações graves (como edema de mucosas, urticária, falta de ar) após a ingestão de ovos de galinha e seus derivados devem evitar a imunização. Também devem evitá-la pessoas com histórico de reação anafilática a qualquer componente da vacina, como a neomicina, ao formaldeído e ao Triton-X-100 (octoxinol 9).

Por que o outono é o mês indicado para a vacinação?
O corpo humano leva de um a dois meses, após a vacinação, para conseguir produzir a quantidade máxima de anticorpos. Como a circulação do vírus influenza é sazonal, ou seja, a gripe costuma se espalhar mais facilmente no inverno, o ideal é que as pessoas se vacinem no outono, entre os meses de abril e maio, para estarmos imune ao mal no inverno.

Como a vacina age no corpo humano e qual é o tempo de eficácia?
A vacina contra influenza estimula as células do sistema imunológico a produzirem anticorpos específicos contra este vírus. Assim quando realmente entramos em contato com o vírus, já temos anticorpos suficiente para eliminá-lo. A vacina contra gripe é eficaz durante um ano, ou menos – a brevidade do prazo se deve à rapidez com que o padrão antigênico do vírus (fator que determina a produção de anticorpos específicos pelo organismo humano) sofre mutação.

Quais as doses da vacina?
– CRIANÇAS DE 6 meses a 2 anos e 11 meses: 2 DOSES COM INTERVALO DE 1 MÊS. Caso tenha tomado no ano anterior, a dose é única.
– CRIANÇAS DE 3 anos a 8 anos e 11 meses – 2 DOSES COM INTERVALO DE 1 MÊS. Caso tenha tomado no ano anterior, a dose é única.
– CRIANÇAS MAIORES DE 9 ANOS E ADULTOS = DOSE ÚNICA

Quem foi vacinado ainda corre algum risco de contrair a doença?
Sim, apesar da vacina oferecer excelente proteção, cerca de 10% das pessoas vacinadas ainda contraem o vírus. A proteção para as pessoas com 60 anos ou mais fica em torno dos 40%. No entanto, para os idosos, o grande benefício da vacina é a redução de complicações como a pneumonia e a internação hospitalar: cerca de 70%.

A vacina oferece também proteção contra covid19, resfriados e outras doenças relacionadas à gripe?
A vacina contra gripe oferece proteção apenas contra o vírus influenza. Já os resfriados são provocados pelo rhinovírus e o covid19, pelo coronavírus. Mas a imunização pode, sim, prevenir complicações como a pneumonia e internações hospitalares.

Há mais eficácia se todos da família/trabalho tomarem a vacina?
Sim. Quanto maior o número de pessoas vacinadas, menor a chance da circulação do vírus da influenza.

Devemos tomar a vacina contra a gripe este ano, mesmo se fomos vacinados no ano anterior?
Sim. É preciso receber a vacina contra a gripe sazonal, mesmo se foram vacinados contra H1N1 na temporada passada. A vacina contra a gripe é atualizada a cada ano.

Quem pode contrair a gripe?
Qualquer pessoa pode contrair a gripe, mesmo as pessoas sadias. A gripe pode ser transmitida 1 dia antes do ínicio dos sintomas e até 5 dias depois. Algumas pessoas estão sob risco aumentado de desenvolver complicações caso sejam infectadas pela gripe, como por exemplo idosos, crianças pequenas, pacientes com doenças respiratórias como asma, bronquite, enfisemas, alergias respiratórias ou portadores de doenças renais.

Que benefício temos, nos vacinando contra a gripe?
• Proteção contra o vírus influenza ou gripe e contra as complicações da doença, principalmente as pneumonias bacterianas secundárias.
• Redução do absenteísmo à escola e ao trabalho.
• Redução do risco de transmissão de gripe para membros familiares, amigos, colegas, de trabalho e pacientes hospitalizados.

Qual o significado das “cepas ”da composição da vacina contra gripe?
As vacinas influenza sazonais são modificadas anualmente para proteção contra as cepas virais de gripe em circulação. Geralmente em setembro de cada ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda as cepas de vírus influenza que devem ser utilizadas para produção das vacinas para uso no hemisfério sul. Em consonância com as determinações da OMS e com aRDC 151/2017, a Anvisa publica uma Resolução definindo a composição das vacinas influenza a serem utilizadas no Brasil no ano seguinte.

Qual a diferença das vacinas da rede pública e das clínicas de vacinação?
As vacinas da rede pública são trivalentes ( protegem contra 3 tipos de vírus) e as das clínicas são tetravalentes ( protegem contra 4 tipos de vírus)
Neste ano, tivemos alterações de 3 cepas, a única que não se alterou foi a Yamagata.
Trivalente:
A(H1N1): A/Brisbane/02/2018(H1N1) pdm09-like virus => Change from SH2019 but same as NH 2019-2020
A(H3N2): A/South Australia/34/2019 (H3N2)-like virus => New virus (change from SH2019 and NH 2019-2020)
B/Victoria-lineage: B/Washington/02/2019-like virus => New virus (change from SH2019 and NH 2019-2020)

Quadrivalente:
A(H1N1): A/Brisbane/02/2018(H1N1) pdm09-like virus => Change from SH2019 but same as NH 2019-2020
A(H3N2): A/South Australia/34/2019 (H3N2)-like virus => New virus (change from SH2019 and NH 2019-2020)
B/Victoria-lineage: B/Washington/02/2019-like virus => New virus (change from SH2019 and NH 2019-2020)
B/Yamagata-lineage: B/Phuket/3073/2013-like virus => No change

A vacina pode causar a gripe?
Não! A vacina é feita de vírus mortos, portanto não pode causar a gripe. Entretanto, pode apresentar efeitos colaterais, como dor no local da aplicação, febre, mal estar e dor no corpo.

Comentários
Posted in Vacinação.