Acabar com os sintomas da rinite e sinusite

Fisioterapia Respiratória no tratamento da Rinite e sinusite

Os sintomas da Rinite ou Sinusite são bem desconfortáveis para praticamente todas as pessoas que são portadoras dessas irritações. Saiba como prevenir e tratar a Rinite e Sinusite com Fisioterapia Respiratória em bebês, crianças e adultos na Pró-Saúde

Rinite

Consiste em uma irritação e inflamação crônica ou aguda da mucosa nasal.

Pode ser causada por vírus ou por bactérias, embora seja manifestada com mais freqüência em decorrência de alergia, por reações ao pó, fumaça e outros agentes ambientais.

A inflamação resulta na produção excessiva de muco, gerado pelo acúmulo da histamina, o que ocasiona o escorrimento nasal, sintoma mais típico da rinite, podendo ser alérgica ou não-alérgica.

Sinusite

É uma doença com base inflamatória e/ou infecciosa que acomete as cavidades existentes ao redor do nariz e os seios paranasais.

Após infecção a mucosa da região nasal aumenta de volume e obstrui a comunicação destas cavidades com os seios paranasais, acarretando o início da colonização por germes e fungos que estão presentes na região.

A doença pode gerar sensação de “peso na face”, corrimento nasal, dores de cabeça, febre, sensação de mau cheiro oriunda do nariz ou da boca e obstrução nasal com eventuais espirros.

Como a Fisioterapia Respiratória pode ajudar no tratamento dessas patologias?

A Fisioterapia Respiratória no tratamento de rinites e sinusites realiza técnicas que auxiliam na melhora das funções das Vias Aéreas Superiores (VAS), como seios paranasais e as cavidades existentes ao redor do nariz, de forma preventiva e curativa.

A técnica baseia-se na drenagem manipulativa associada ao uso de aparelho terapêutico em regiões dos seios paranasais.Tendo como objetivos:

  • Diminuir o inchaço interno das narinas (edema formado pela inflamação) devido ao aumento da circulação sanguínea local associada à drenagem postural (posição do paciente durante a terapia)

  • Aumentar o batimento ciliar das VAS, cuja função é carregar o muco, facilitando e permitindo que a secreção acumulada desça pela garganta e seja deglutida ou expectorada.

  • Aliviar a congestão nasal permitindo que o paciente volte a respirar pelo nariz, diminuindo também o risco das infecções de garganta (glosso-faríngeas)

  • Prevenir o acúmulo de secreção, e crises de repetição, quando realizada por período prolongado, determinado pelo médico ou fisioterapeuta.

 

Essa técnica associada à DRR (Desobstrução Rinofaringe Retrógrada), torna-se muito eficaz proporcionando ao paciente uma rápida melhora do quadro congestivo, que na maioria das vezes deixa principalmente as crianças com falta de apetite e períodos de sono interrompido deixando-as inquietas e irritadas, devido à dificuldade respiratória.

 

“Lembre-se: O Tratamento é importante na melhora imediata dos sintomas, mas a Prevenção proporciona melhor qualidade de vida e recuperação no estado geral do paciente.”

Comentários

Relacionados

Posted in Fisioterapia Respiratória and tagged , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.