fbpx

Pneumocócica 23

Entre em contato conosco para verificar a disponibilidade da vacina.

Custo de cada dose: R$ 140

sobre a doença

Responsável por infecções nos pulmões e ouvidos, por meningite e infecções do sangue (bacteremia e sepsis), a doença pneumocócica é prevenível por vacina. Ela é mais comum no inverno e, frequentemente, se associa à gripe, agravando o quadro.

123 - Pneumocócica 23

Quais são os sintomas?

Os sintomas, no início, são semelhantes aos da gripe, porém podem surgir outros sintomas como dor no peito, falta de ar e catarro amarelado. Geralmente são mais duradouros do que os da gripe.

Transmissão da doença

Ocorre por meio de gotículas de saliva ou secreções. Ambientes fechados ou com aglomeração de pessoas facilitam a disseminação da bactéria.

As pneumonias são provocadas pela penetração de um agende infeccioso ou irritante, como bactérias, vírus e fungos nos pulmões.

Ela ataca um ou ambos os pulmões, sobretudo quando o sistema de defesa está debilitado por outra causa, como gripe, tuberculose, alcoolismo, fumo, diabetes e doenças do coração.

A pneumonia é uma doença que pode atingir pessoas de todas as idades, porém, as crianças e os adultos a partir de 50 anos estão mais propensos.

Prevenção

A forma mais segura e eficiente de prevenir a doença é a vacinação.

Vacina pneumocócica polissacarídica 23 valente – VPP23. Proteção contra doenças causadas por 23 tipos de pneumococo

É uma vacina inativada e não tem como causar a doença

Indicação
  • Para crianças acima de 2 anos, adolescentes e adultos que tenham algum problema de saúde que aumenta o risco para doença pneumocócica (diabetes, doenças cardíacas e respiratórias graves; sem baço ou com o funcionamento comprometido desse órgão; com problemas de imunidade, entre outras condições).
  • Para pessoas a partir de 60 anos deve ser aplicada de rotina.
Esquema de doses
  • Recomenda-se a combinação da VPP23 com a VPC13. Idealmente, deve-se iniciar o esquema com a aplicação de vacina pneumocócica conjugada (VPC10 ou VPC13) — veja as indicações de cada uma — e aplicar uma dose da VPP23 seis a 12 meses depois da dose da vacina conjugada, e outra cinco anos após a primeira dose de VPP23.
  • Na maioria das vezes não se recomenda aplicar mais de duas doses de VPP23.

Contraindicação

Não é recomendada como rotina para crianças, adolescentes e adultos saudáveis ou que apresentaram anafilaxia causada por algum componente ou dose anterior da vacina.

Efeitos e eventos adversos

  • As reações adversas mais frequentes, que ocorrem com mais de 10% dos vacinados, são: dor no local da aplicação (60,0%), inchaço ou endurecimento (20,3%); vermelhidão (em 16,4%); dor de cabeça (17,6%); cansaço (13,2%) e dor muscular (11,9%). Reações locais mais intensas, com inchaço de todo braço, chegando até o cotovelo, hematoma e manchas vermelhas podem ocorrer em menos de 10% dos vacinados.
  • Todas as reações adversas são mais frequentes após revacinação em intervalos curtos em relação a doses anteriores. Acredita-se que estejam relacionadas com a presença de grande quantidade de anticorpos no organismo.

Duvidas sobre vacinas?

Nossa equipe está pronta para tirar suas duvidas sobre as vacinas disponíveis na Pró-Saúde.

Convênios que cobrem Vacinas​

ENTRE EM CONTATO PARA VERIFICAR SE O PLANO DO SEU CONVÊNIO SOBRE ESTA VACINA