Sarampo, Caxumba e Rubéola

O sarampo é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus chamado Morbillivirus. A enfermidade é uma das principais responsáveis pela mortalidade infantil em países do Terceiro Mundo.

Meio de transmissão: É transmitido por secreções das vias respiratórias como gotículas eliminadas pelo espirro ou pela tosse. 


Prevenção: Vacinar é o meio mais eficaz de prevenção contra o sarampo. 

Tratamento Por ser uma doença autolimitada, o tratamento é sintomático, isto é, visa ao alívio dos sintomas. Paciente com sarampo deve fazer repouso, ingerir bastante líquido, comer alimentos leves, limpar os olhos com água morna e tomar antitérmicos para baixar a febre. Em alguns casos, há necessidade de tratamento para o aumento de imunidade. 


É uma doença aguda causada por vírus que se manifesta com manchas avermelhadas na face, couro cabeludo e pescoço, espalhando-se para o tronco e membros. Além das manchas, a rubéola também pode causar febre baixa e aumento dos gânglios no pescoço.

Meio de transmissão: O contágio ocorre comumente pelas vias respiratórias com a aspiração de gotículas de saliva ou secreção nasal. A rubéola congênita, ou seja, transmitida da mãe para o feto, é a forma mais grave da doença, porque pode provocar malformações como surdez e problemas visuais na criança.


Prevenção: O isolamento de pacientes infectados pode diminuir o contágio. A vacinação contra rubéola também é uma medida de prevenção. 

Tratamento Não há tratamento específico para a rubéola. São tratados apenas os sinais e sintomas desenvolvidos com a doença. 


 

A caxumba é uma doença viral que tem como principal característica a febre, edemas e sensibilidade de uma ou mais glândulas salivares, normalmente a parótida e, eventualmente, as glândulas sublingual ou submaxilar.

Meios de transmissão: A transmissão se dá através do ar, pela saliva ou urina de pessoas infectadas.

Prevenção: A população deve ser informada sobre a possibilidade de complicações, sendo orientada a respeito da busca de assistência médica adequada e sobre a importância de vacinar as crianças.

Tratamento: Não existe tratamento específico, indicando-se apenas repouso, uso de medicamentos conforme prescrição médica e observação cuidadosa.

ATENÇÃO: Entre em contato conosco para verificar a disponibilidade da vacina e valores de cada dose.